Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


BEIJA-FLOR

Pensando em ti, senhorita,
na capela de minh'alma,
de um jeito o beijo suscita
e o meu coração se acalma.

Daqui já de hoje em diante,
esperar-te co' a coragem
de um dizer desafiante
sem crer em qualquer miragem.

Eu lhe vou tal beija-flor,
em doçura iluminada,
que enlouquece meu amor
tal fosse um conto de fada.

Já me tem a todo instante
e eu, perdido, tu me salvas.
No decorrer do vibrante
sem o medo das ressalvas.

É a procura do infinito
que te diviso entre as flores.
Nos versos onde foi dito
teus mais teus, todos sabores.

Pensando em ti, senhorita,
na capela de minh'alma,
de um jeito o beijo suscita
e o meu coração se acalma.
Udo
Enviado por Udo em 20/03/2016
Alterado em 20/03/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://www.udo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários