Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


GIZ CANTANTE

Eu fui ser você
preso assim em mim,
um novo a-be-cê
ligado ao sem fim...

Quem me dera ser
assim seu amante
e poder dizer
algo mais tocante...

O amor das estrelas,
convites alados,
um perder-se entre elas
em fins rebuscados...

Pela vida quis-te,
fiz-me combatente.
Mas às vezes triste,
pouco convincente...

Um nascer por algo
é por todo instante,
e ser um fidalgo,
doce diletante...

Assim eu me fiz
e louco a cantar.
Mexi com o giz
de meu poetar.
Udo
Enviado por Udo em 12/02/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://www.udo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários