Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO DO TROCAR DOS OLHOS

Amiúde, em miúdos de mim, a ala,
deste peito, no choque, na visão
e ligando co' as mãos o coração,
num trocar de olhos, vê o mundo que abala.

Parecia ali, mas na escuridão,
se jogava co' amor numa senzala,
e seu sonho inimigo o apunhala
como um não desta terra à plantação.

Mas trocar estes olhos vê outro mundo,
que antes não demonstrava quase nada,
mas levanta um sorriso agora, fundo...

E eu não posso guardar esta balada,
Benedicta, Ave, Sancta... Dom profundo...
Que ao eterno triunfante os Céus agrada.


Imagem do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=H0wLwUQ-WdM
Udo
Enviado por Udo em 15/12/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://udo.recantodasletras.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários