Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO NO RASTRO DO BEM PRETERNATURAL

Desde o rastro melífluo da bondade
no encanto, o seguir d' obra mais que humana,
por singelo fazer, o feito emana
de preternatural simplicidade.

A corrente vibrante não engana,
agrupa os brados sem qualquer vaidade,
e juntando os que querem, sem idade,
um mesmo sonhar brilha e alça e irmana.

Começa na presença, no sorriso,
de um presente que ao nó, no amor, batiza
e então livre, demonstra o bem conciso.

Ajustar-se na vida que baliza,
no sentido de luta, no preciso,
neste rastro que sempre verbaliza.


CIC: http://www.vatican.va/…/…/index_new/prima-pagina-cic_po.html
Udo
Enviado por Udo em 08/12/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://udo.recantodasletras.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários