Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO DO AQUI VIVENDO A CADA ANO

E então, quarenta e quatro primaveras,
na carne e alma vivaz gera armadura,
quem sabe ao paraíso, vida pura,
um nascer de mais sóis, tantas quimeras.

Viver é combater quedas severas,
no entender de Um só bem, dele a soltura,
na receita das máximas que dura
e tudo que acalenta as cegas feras.

O pão de cada dia me fez gente,
mas somente entendi, joelhos no chão,
no beijo de uma lágrima-semente.

Quando à Videira fui assaz temente,
comecei a entender o que é cristão
e se você não sabe, busque-O, tente...
Udo
Enviado por Udo em 17/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://udo.recantodasletras.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários