Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO DA HERANÇA CATÓLICA

Pus o rosto curvado neste terço,
que na mão, ele escorre tal corrente
como o sangue divino que se sente
pela cosmovisão que me alicerço.

Minha herança católica, de berço,
deixei em épocas doidas tolamente,
um refém de mim mesmo, sem a mente,
diferente de tudo que hoje exerço.

As belezas do cão, modernidade,
na vaidade do próprio coração,
é veneno de pura falsidade.

Ter um peito de suma castidade,
e seguir a Luz, fonte desta unção, 
p'ra rogar a mais cálida Verdade.
Udo
Enviado por Udo em 17/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://udo.recantodasletras.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários