Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO ENTRE O ÁTRIO E O ALTAR

A loucura se perde pelo grave
numa mente num caos jaz tão perdida,
ofusca-se pelo erro, seduzida,
quando o fundamental fim é suave.

Em tempo justo a luz sopra uma chave
do céu, nuvens de perto, maré à vida,
vê-se no labirinto, a fé moída
e mísero suplica a boa nave¹.

E caminha e compreende esta surpresa
do Senhor habitante neste pão
entre o átrio e o altar divisa a alteza.

Pelas Cruzes presentes e a Grandeza
de na Missa avistar, Monte Sião,
que é no amor Deus limar esta aspereza.


[1] Entre o átrio e o altar na missa.
Udo
Enviado por Udo em 14/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://udo.recantodasletras.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários