Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO DOS NÓS ENTRE DÓS

E foi-se, não adianta mais o selo,
colar nas cartas como eram bem antes.
Mas mesmo que hoje sejam em instantes,
o abrir da triste carta é um apelo.

Sonoroso ir embora traz barbantes,
pelos nós cada dia é um modelo
p'ra o sofrer, menos luto, por degelo,
p'ra o viver, muita luta! Ó amantes!!!

No triste evoluir desta poesia
houve marcos de alguns puros momentos
e na mente, tão sós, fotografias.

Pois a vida se mede todo dia
e alguns nós entre dós, nossos lamentos,
aclarando estas vidas tão sombrias.
Udo
Enviado por Udo em 06/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://udo.recantodasletras.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários