Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO PELO FUNDO DE UMA AGULHA

Somos o somatório do que orgulha,
do que nos faz presentes, alma capta,
envolvida em meandros e sempre apta
a falar sobre nós rumo a esta agulha.

O ganho da nossa era não se adapta
ao que nos vale a pena, pois mergulha
em tais forças contrárias e se entulha,
mas buscando salvar-se, ela se rapta.

Graças a Deus que nem todos pedidos
enviados aos céus são permitidos,
pois seríamos muito descontentes.

Inventário dos dias que perdidos
somam-se aos muitos, tantos esquecidos...
Passarás pela agulha, isto tu sentes?
Udo
Enviado por Udo em 25/04/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://udo.recantodasletras.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários