Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


(*) Príamo, rei de Troia
(**) Talento seria deixado com Heitor para que o barqueiro levasse sua alma
(***) Aos habitantes os nomeou Troianos
(****) ROMA

SONETO DA CORAGEM DE PRÍAMO

Entre acordes fortíssimos não negam,
despontando nos cantos, o esplendor;
e na luta co' o ritmo, a sua flor;
escolher as certezas que não cegam.
 
Pois Aquiles que vê Príamo* e a dor
pelo filho na areia que carregam,
do que os gregos ali não mais congregam
que o talento** salvasse o grande Heitor.
 
Mas a certeza deste pai guiou
contra a cegueira e pela sua joia,
deste mundo que Tros*** os nomeou.
 
Aquiles o admirou, em paranoia.
O filho ser levado, ele deixou,
Indo ecoar certeira em nova Troia****.
Udo
Enviado por Udo em 17/09/2017
Alterado em 18/09/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://www.udo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários