Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO SENDO PAI E FILHO

Vejo-te de manhã bem na calada.
E digo que trarei tantos presentes
pois olhando no espelho tu me sentes,
mesmo eu há tanto tempo pela estrada.

Em mim estás com olhos tão luzentes,
Na espera que te abrace em escalada,
Moras em mim qual foto lá gravada
e um sentir de mesmo eu, os dois carentes.

Porque meios de ver não há quaisquer
entre iguais sorrisos, que distantes,
apenas são memórias do viver.

Numa mesma pessoa, caminhantes,
pai e filho lutam dentro deste ser,
no escuro acham a luz e os diamantes.
Udo
Enviado por Udo em 03/09/2017
Alterado em 16/09/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://www.udo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários