Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO MULIERI GRATIAE PLENAE

“sanctissimae, illibatae, super omnes benedictae, gloriosae dominae Deiparae et semper Virgini
Mariae”; “Mulieri gratiae plenae totiusque universi laetitiae...”.


Quatro décadas já em mim as carrego
e hoje sei dedicar-lhe este meu pranto,
que nasce dentro d'alma e me dói tanto
pelo pouco entender, tive e não nego.

De mim tenha instrumento que me entrego
sem que eu saiba fazer-lhe algo e o quanto,
sem que eu saiba me tire tal quebranto
que possa reduzir o belo apego.

Foi quando os onze ali, todos perdidos,
quase no esquecimento de tais dias,
manteve-se de pé, sonhos munidos.

Apontou-lhes a vida em melodia,
o caminho por entre os tais vividos
e a verdade foi sua poesia.
Udo
Enviado por Udo em 16/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://www.udo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários