Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO DO DIFÍCIL ADEUS

O ir embora, distante, não acalma
quem, pelo coração, fez-se partido
quando soube que o próprio alto sentido
não lhe dera tal pista e cadê esta alma?

Pois que o caminho só, palma sem palma,
daquela mão que nem tem o contido
ato do desviver antes vivido,
delas cujo amor não mais é e se espalma.

As mãos desconhecidas se colaram
pois é na obra do amor somente um corpo,
no único dois perfeito se abraçaram.

E agora despedir-se não pensaram,
pois sequer num segundo houve anticorpo
p'ra mantê-los ali como se amaram.
Udo
Enviado por Udo em 02/05/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://www.udo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários