Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO DE MARIA E O CRISTO CRUCIFICADO
[ Páscoa em um ano mariano... 100 anos de aparição em Fátima.
E jubileu dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida...
Salve Maria!!! ]


E manteve-se ali na maior dor,
e vinham as lembranças do menino
que lhe era um tilintar feliz d'um sino,
e com tantos momentos deste amor.

Sabia do profético destino,
deste ver no real o forte horror.
Só era salvo pois ele era o autor
de na Cruz por a dor como um supino.

A dor adormeceu pela criança,
que seus braços e peito conheciam
no amor de mãe que a tudo vem e amansa.

Da espada viu o subir por esperança
do que muitos há muito já diziam:
do projeto de Deus e a Nova Aliança.
Udo
Enviado por Udo em 12/04/2017
Alterado em 12/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://www.udo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários