Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


A ESPERA(NÇA)

Eu vou contar p'ra você,
um pouco antes de ir-me embora,
o quão dorido é sofrer
e estar tão sozinho agora.

E se então é p'ra dizer,
Arrisco-me em solidão,
fazer o que vale ser
e primeiro o coração.

Há nesta parte de mim
um lugar todinho seu
ouvindo o brindar: tim-tim
de algo belo e tanto meu.

Das coisas breves e eternas,
da viva contradição,
que elas sejam todas ternas
e solevante a emoção.

Talvez me ocorra outro dia
e eu tenha você comigo
p'ra fazer a poesia
da menina que persigo.
Udo
Enviado por Udo em 23/02/2016
Alterado em 23/02/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://www.udo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários