Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


SONETO DA SAUDADE

A saudade vem livre p'ra ir e vir
e atravessa com traços nosso tempo,
espalma neste rosto como vento,
esmurrando seu peito e faz surgir.

Como sementes prontas a imprimir
o que nunca envelhece em si a contento,
com sorrisos e fugas - contratempo,
nestes versos que não querem partir.

P'ra então estimular estes que escutam
e respeitam a história desta vida,
deixando os sentimentos para os que amam.

Da saudade tornar mais atrevida
sobre os contos daqueles que já foram
que tornaram a vida mais vivida.
Udo
Enviado por Udo em 29/04/2007
Alterado em 04/11/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Udo - http://www.udo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários