Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

CORPOS CELESTES
Os samurais apreciavam deveras a flor da sakura,
Que é a cerejeira japonesa,
Por ser tão bela e tão breve como a vida.

Tive hoje uma tarde onde o cenário estava paralisado
Ou minha mente fotografou um breve instante
E mil pensamentos circundaram a minha vida.

A simplicidade da vida é de um poder tão tranqüilo,
Que as rochas de minha ignorância espreitam a sabedoria,
Que como um mar bravio sempre me coloca à prova de mim mesmo.

E creio que todos passam por essas provas finas e lancinantes,
E que a todo momento testam os valores que nos formaram,
Tentando achar uma fenda para que haja a ruptura do caráter.

Por isso, os grandes samurais eram treinados para não serem brutos,
Eles atendiam a um código de honra: o bushidô!
E a partir dele todo o contexto se formava claro ao valor da honra.

Muitos outros guerreiros bradaram
Em nome dos elementos de coesão da vida:
Honra, Lealdade e Honestidade!!!

Agora já não tarde é mais, pois o silêncio da madrugada
Me conta sobre todos os passos dos ventos,
Que em silêncio batem na minha porta,
Esperando que eu a abra para que eles soprem
Todos os sonhos dos adormecidos
E as filosofias intranqüilas dos que estão acordados.

Não abrirei a porta de minha morada,
Porque não posso escutar as falas do vento, posso ficar louco,
Que com muito esforço tentam pedir minha ajuda,
Assim como a de qualquer outra pessoa no mundo.
Eles pedem que sejamos cavaleiros, samurais...
Que respeitemos os sonhos do mundo...

Que são as luzes dentro dos corpos das pessoas
Que de vez em quando sobem aos céus
Para acender estrelas sem apagar outras.


Udo
Enviado por Udo em 16/04/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Marcelo Udo - http://recantodasletras.uol.com.br/autores/udo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários