Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

O MAGO
Eu olhei para o céu hoje
E vi o café derramado no azul.
Ficou uma cor bonita feito luz coroada pela vida.

Ai me peguei a ter saudade do futuro,
Daqueles com dias que enchem o rosto da gente
E fazem do presente uma missão de busca.

O sonho é uma caixa cheia de jóias
Que precisa de todo um sistema
Que suporte seu poder mágico.

Eu conheci um velho de olho azul flamejante,
Que bebia vinho nas noites onde os olhos de Deus brilhavam com a Lua,
Sua capa azul anil adornava a cadeira e o chão,
Seu cajado dourado calejado pelos feitiços
Protegia aquele senhor de longos brancos cabelos.

Ele dizia que o mundo era pequeno
Quando pequeno é o tamanho da gente.
Mas que para crescer basta um dia acordar
Com os pés fora da cama e a alma no colo de Deus.

Perguntei como fazer isso àquele Bruxo,
E ele sorriu dizendo que para isso
Há que se sentir maior que o estado atual
Mas sempre uma criança para Deus.

Ele pegou seu cavalo branco,
E partiu para bem longe daqui...
Udo
Enviado por Udo em 26/05/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Marcelo Udo - http://recantodasletras.uol.com.br/autores/udo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários