Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

PAREDES MAIS ALTAS DO FUTURO
Paredes mais altas se erguem
Na incerteza que se "alevanta".
Mirar a luz, lá no distante,
Mesmo esfumaçada e incessante,
Faz a mente temer a loucura do futuro.

Nem um só vestígio me guia
Por esse clarão assaz errante.
Apesar de continuar indo,
Como quem sabe calçar
As marcas dos pés dos vitoriosos no chão.

A própria mente se perde e se encontra,
E se encontra e se perde
Já na fé ultrapoderosa do universo de Deus.

De certo, ninguém aprende mais do que pode
E nem desaprende aquilo que nunca viu.
Mas para gravar o aprendizado para sempre,
Uma maneira é passar pelo caminho
Sentindo todas as vicissitudes e intempéries da vida.

Por outro lado, quem passou por aqui
E nada disso viveu,
Não esteve no campo de batalha
E não será levado por valquírias.
Nem poderá apontar a vida
Como algo venturoso e cheio de alegria.

A verdade é que buscar a si próprio num verso,
É como tentar segurar um pouco de água com as mãos.
E vendo que ela escorre e que ela já foi,
Dá esse sentido de urgência.
Mas tudo o que se pode fazer é não evitar.
Mas flutuar como quem enxerga os Olhos de Deus.
Udo
Enviado por Udo em 13/05/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Marcelo Udo - http://recantodasletras.uol.com.br/autores/udo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários