Passear com Palavras em Passos de Poesias
Um dia, de repente, comecei a recitar versos conforme caminhava e aquilo acalmou minha alma.
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Carta de Amigo - Vinícius de Moraes
Inquebrantável amigo dos sonetos!!!
Hoje estava persuadido pelo momento e me lembrei dos seus conselhos. É verdade que mesmo em face do maior encanto, os pensamentos que temos precisam de uma atenção maior.

Procurei fazer o que amo e das coisas mais simples floreou o amor como botão e mesmo assim já em semente pode se ver amor lá também. Busquei o máximo que pude da certeza de quando mais tarde ela chegar eu pudesse dizer que já é infinito mesmo que haja nessa eternidade a duração do tempo. Eu sei que nascemos para amar e este é o ponto que une as redes de Deus.

Outro dia vi seu amigo, o Toquinho, cheio de saudades e parece-me que ele põe você bem do lado esquerdo no palco. É de ver sabendo ver para poder falar quão bonito é.

Ah, para terminar essas notícias e o quanto aprendi com você, descobri que amar mais do que podia para poder amar mais do que pudesse numa tão rica e doce eternidade é algo que está bem aqui nesse mundo. Basta ter AMOR e CORAGEM!!!

Enfim, logo e amiúde voltarei para relatar algo dessa vida que tenha me acontecido com relação aos seus conselhos.

Abraços cordiais,
Udo
Enviado por Udo em 18/06/2008
Alterado em 18/06/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta Marcelo Udo - http://recantodasletras.uol.com.br/autores/udo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários